Startups da área fiscal e regulatória são selecionadas para programa de aceleração

Pessoas participando do thomson reuters

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Quatro startups participarão da segunda edição do Accelerator Day for Taxtech & Comextech, da Thomson Reuters, que terá duração de três meses

A Thomson Reuters, multinacional do setor de tecnologia, anunciou as startups que participarão da segunda edição do programa de aceleração Accelerator Day for Taxtech & Comextech. As startups brasileiras BirminDData PolicyDattos LogComex foram as selecionadas para fazer parte do programa, que terá duração de três meses.


As empresas foram escolhidas por apresentarem soluções que possam melhorar a rotina dos profissionais que atuam nos segmentos tributário, fiscal e de comércio exterior. O projeto foi realizado em parceria com a Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs e da Campinas Tech. No total, oito startups participaram do evento.


As empresas selecionadas trabalharão em parceria com a Thomson Reuters no desenvolvimento de soluções para a companhia. Dentre alguns dos desafios, estão cumprimento das obrigações fiscais, compliance, automatização de tarefas e gerenciamento dos processos de importação e exportação das empresas.


A Data Policy desenvolveu uma solução que traz análises e previsibilidade no segmento regulatório. A LogComex propõe a automação e unificação de dados referentes a importações e exportações com transparência. A Dattos tem uma ferramenta que faz a coleta e padronização customizada big data. E a BirminD utiliza inteligência artificial para aumentar eficiência na gestão corporativa.


O processo de aceleração das quatro selecionadas se inicia no dia 1º de novembro e se estende até o dia 29 de janeiro.