Reduzindo o tempo de fechamento através da automação da reconciliação contábil

two smiling businessmen discussing paperwork during a boardroom meeting

Diminuir o tempo de fechamento é uma meta para quase todos os CFOs, Controllers e equipes financeiras. Fechar mais rapidamente significa um processo mais eficiente, mais tempo para gerar insights e reduzir os custos gerais – desde que a assertividade do fechamento permaneça alta.

 

De acordo com a pesquisa de benchmarking APQC – General Accounting Open Standards – com 2.300 empresas participantes, o tempo de ciclo para fechamento mensal varia de 4 a 5 dias ou menos para as 25% melhores empresas a 10 dias ou mais para os 25% piores com desempenho. 

As empresas que fecham na metade do tempo de outras empresas se concentram no seguinte:

 

      • Melhorar a qualidade dos dados que chegam ao processo de fechamento, incluindo a redução de erros de dados;
      • Aumentar a organização e a comunicação entre as várias equipes que contribuem e executam esse processo;
      • Investir em novas tecnologias e métodos eficientes que otimizem o tempo dos colaboradores.

Por mais eficiente e minuciosa que seja a equipe de contabilidade de uma organização, se ela realiza reconciliações manualmente, provavelmente ficará atrás das equipes de contabilidade que estão realizando o processo por meio de plataformas automatizadas. Isso ocorre porque a reconciliação contábil manual das finanças de uma organização é demorada, cara e sujeita a erros humanos. 

 

 

Além disso, os erros de reconciliação contábil têm consequências importantes para o bem-estar financeiro de uma empresa. Altos volumes de transações, múltiplas contas bancárias, diferentes tipos de transações, diversas moedas e vários formatos de arquivos bancários apenas aumentam os problemas.

De acordo com um estudo da Robert Half e da Financial Executives Research Foundation (FERF), apenas 13% das equipes de F&A utilizaram avanços em soluções de tecnologia, com a maioria dos CFOs admitindo que ainda lutam com aspectos dolorosos da reconciliação de contas como:

 

      • Transações faltantes ou esquecidas; 
      • Contas não reconciliadas com seus suportes financeiros;
      • Uso impróprio de composições contábeis (análise de créditos e débitos);
      • Reconciliação de contas incorretas .

De acordo com uma pesquisa de contabilidade da EY, cerca de 60% dos recursos de um departamento financeiro são gastos no gerenciamento de processos de transações intensivas. O que é pior, 95% desse esforço é gasto em transações que já foram conciliadas ao invés de concentrar a atenção em problemas que realmente precisam de atenção, reduzindo a eficiência da organização e aumentando drasticamente o tempo do fechamento.

 

 

Felizmente, para as equipes de finanças, as soluções de reconciliação inteligentes reduzem o tempo e os recursos necessários para o fechamento. Estima-se que, em média, uma empresa com US$100 milhões em vendas, perderá desnecessariamente de 3 a 5 dias para fechar cada mês, com a maioria adotando a reconciliação contábil manual.

 

 

Plataformas de reconciliação automatizadas baseadas em nuvem resolvem esse problema de uma maneira completamente nova, reduzindo o investimento de tempo humano necessário para o fechamento.

O que sua equipe ganha:

 

      • Redução do tempo de trabalho necessário para reconciliar suas transações;
      • Eliminar erros custosos devido à intervenção humana;
      • Diminuição do tempo de fechamento de cada mês.

À medida que mais e mais equipes financeiras continuam a automatizar suas operações financeiras, plataformas de reconciliação reduzirão drasticamente o tempo e o custo associados ao fechamento do mês.

Conheça o nosso Blog

Nós acreditamos que o conhecimento é importante para todos! Por isso, desenvolvemos diversos conteúdos no Blog Dattos para que todos tenham acesso às informações e consigam aprimorar cada dia mais o mercado. Confira abaixo: