logo oficial

Quais KPIs Financeiros e Contábeis devemos priorizar?

Em nosso novo artigo, veja quais são os KPIs contábeis que sua empresa deve utilizar para acompanhar o crescimento do seu negócio!

Compartilhe

Conhecidos como KPIs, os indicadores chave de performance são métricas mensuráveis capazes de fornecer informações sobre o desempenho de um negócio. É com estes dados, por exemplo, que os setores financeiros e contábeis conseguirão entender se há resultados positivos ou prejuízos quanto ao capital da empresa.

Esses indicadores são cruciais na elaboração, execução e acompanhamento de estratégias de crescimento, sendo elas de médio, curto ou longo prazo.

Há diversas métricas que podem ser utilizadas e a escolha dependerá da natureza de cada empreendimento e o que faz sentido ser levado em consideração.

A base para escolher um bom KPI para o setor contábil começa na compreensão de quais dados podem ser mensurados, para, posteriormente, selecionar quais conseguirão traduzir a realidade do negócio em termos de gestão financeira.

No presente artigo exploramos quais são os KPIs contábeis e financeiros mais importantes e como você pode utilizá-los para avaliar seu sucesso.

Acompanhe a leitura!

O que é um KPI contábil?

Os indicadores chave de performance, do Inglês key performance indicator (KPI), são informações que servem de base para uma análise detalhada de uma empresa. 

Seu objetivo é expor o desempenho e produtividade do setor, atividade, companhia ou de determinada ação estratégica.

É importante que esta métrica consiga ser objetiva e que consiga calcular os resultados de um negócio de modo amplo.

Além disso, quanto mais cruzamento de dados você obter a partir de suas KPIs contábeis, mais consistente será sua análise e apoio para tomada de decisões financeiras.

Isso significa que cada mercado, consumidor e empreendimento possui uma particularidade, por isso que os resultados das ações não são previsíveis, e precisam de acompanhamento.

Assim, um bom planejamento começa pela definição de objetivos, do prazo para alcançar as metas, das ações que serão feitas e das métricas de validação.

Analista e Gestor contábil definindo os principais KPIs através de post its

10 KPIs contábeis e financeiros para considerar em sua empresa

Para te ajudar a entender com mais profundidade quais são os KPIs do setor contábil, nós separamos uma lista com 10 indicadores essenciais da área, incluindo métricas importantes também da área financeira como um todo.

Confiram!

Ticket médio

O ticket médio descreve o valor médio de cada venda, o que possibilita comparar o custo de produção em relação ao retorno.

Esse cálculo é realizado dividindo o faturamento bruto pelo total de vendas. O resultado mostra se a empresa está tendo faturamento positivo.Além disso, outras ações podem ser feitas combinando esforços contábeis e financeiros, como pensar em melhorar a precificação, criar promoções e ações que aumentariam a receita, com base no que os KPIs mensuraram.

Rentabilidade

Rentabilidade, muito confundida com lucratividade, investiga como um investimento consegue proporcionar retorno ao empreendimento.

Isso significa que esta métrica calcula o custo benefício do investimento em estoque, matéria-prima para produção, valor das vendas. 

Estes dados são obtidos dividindo o lucro líquido pelo valor investido, e multiplicando por 100 em seguida.

O resultado é lido em porcentagem e evidencia, na prática, o quanto um projeto instalado se pagou.

Lucratividade

A lucratividade se parece com a rentabilidade pois nela é utilizada a mesma fórmula para obter as informações desejadas.

Entretanto, neste caso, são considerados dados da receita bruta e não o valor investido. Assim, a corporação consegue compreender seu lucro em relação a todos os recebidos, e não só a uma ação específica.

Dentre os KPIs contábeis, esse é essencial para indicar se as entradas estão equilibradas com as despesas do negócio.

Dessa forma, a empresa tem segurança sobre sua saúde financeira e não beira o risco da falência por ações má orquestradas.

Margem bruta

Se obtém a margem bruta dividindo o lucro bruto pela receita total. O valor multiplicado por 100 dá a porcentagem que apresenta a adequação dos preços.

Dessa forma, a corporação visualiza, por exemplo, se os preços dos produtos ou serviços trazem lucro e se há necessidade de revisão na precificação.

Ponto de equilíbrio

Outro KPI essencial para os profissionais contábeis é o ponto de equilíbrio.

Com nome autoexplicativo, essa métrica indica se há recursos suficientes em receita para custear as despesas. Isto é, se a receita líquida é maior que os custos.

O lucro líquido, neste caso, seria igual a zero e o cálculo a ser feito seria dividindo as despesas pela porcentagem da margem de contribuição.

Caso o ponto de equilíbrio não seja alcançado, a empresa precisa pensar em um “segundo plano”, como se valer do dinheiro em caixa ou optar por tomadas de crédito.

Custos dos processos financeiros

Para ter uma visão ampla da empresa e não ser surpreendido com gastos extras, é importante também medir a eficiência da área financeira.

Com a métrica de custos de processos são avaliados, justamente, informações relativas ao investimento necessário para o fechamento financeiro do negócio.

Para tanto, são considerados custos com especialistas, tecnologia e de toda a operação financeira e contábil, a partir do cálculo:

Custo dos processos financeiros e contábeis, divididos pela economia/receita gerada a partir dessas operações. Dentre os KPIs aqui listados, essa, por sua vez, contribui para a estruturação de uma área financeira mais eficaz e alinhada com a realidade da companhia.

Retorno em investimentos (ROI)

Assim como os outros KPIs, calcular o retorno sobre o valor investido é fundamental para sua saúde financeira de um empreendimento.

O ROI, retorno em investimentos, consegue mostrar o resultado de uma ação específica, como uma mídia paga de marketing, ou até mesmo o lucro anual.

Os dados são obtidos ao se dividir a receita pelo investimento.

EBITDA

A sigla em EBTIDA em Português pode ser traduzida como “lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”.

Seus dados mostram o desempenho de uma empresa sem levar em conta as influências externas.

O cálculo é feito da seguinte forma: primeiro são somadas as despesas financeiras, depreciação e amortização.

Em seguida, faz-se uma divisão utilizando o lucro operacional antes dos impostos pelo resultado da soma anterior.

A EBITDA é um dos KPIs contábeis e financeiros mais tradicionais e utilizados por empresas de diferentes segmentos.

Controle de estoque

O controle de estoque gera dados importantes para gestão, como quais produtos possuem maior ou menor rotatividade, quando investir em compras e em promoções na empresa.

É com as informações de estoque que a empresa vai se planejar, realizar orçamentos de compras, buscando o melhor preço e o melhor momento para isso.

Consequentemente, quando não há um bom controle de estoque, é possível tomar uma decisão que compromete o caixa do negócio, gerando prejuízos irreversíveis a longo prazo.

Exposição a lucros e perdas

Finalmente, a exposição a lucros e perdas é uma das KPIs que utiliza os processos de reconciliação  contábeis para mensurar o risco de perdas sobre os lucros do negócio.

O cálculo é realizado a partir da divisão entre lucros e perdas, divididos pelos itens de reconciliação contábil. 

Dica! Automatização contábil com a Dattos

Ao longo de nossa lista, você pode conferir os principais indicadores contábeis e financeiros utilizados pelo mercado.

Mas não basta ter uma boa base de métricas. No mercado contemporâneo, a transformação digital da área contábil é um passo decisivo para o sucesso de qualquer empresa.

A Dattos é uma plataforma líder, justamente, na automação e conciliação de processos contábeis. 

Centralizar os processos e as informações (financeiras, contábeis e de demais áreas) ajuda a gerar mais valor para o negócio, aumentando a confiança por meio de uma estrutura padronizada, dados assertivos e seguros. 

Pensando em um movimento de transformação digital que, de fato, traga resultados, um dos passos importantes é automatizar rotinas operacionais de áreas como a contábil.

Entretanto, não basta apenas automatizar processos, é preciso escolher as melhores soluções do mercado que garantam uma digitalização sem riscos das informações contábeis do negócio.

Com a Dattos, é possível implementar toda a automação de suas conciliações contábeis, contando ainda com interfaces dinâmicas e a possibilidade de analisar, de modo minucioso, cada movimento financeiro das suas contas.

Por meio da automação de conciliações, é possível reduzir custos e eliminar chances de erros manuais em processos repetitivos, tornando suas operações mais ágeis e ainda ampliando o potencial de crescimento do negócio.

O primeiro passo – é um dos mais importantes – é investir em ferramentas que de fato sejam parceiras nessa transformação. 

Afinal de contas, tarefas manuais e processos descentralizados podem ser problemas sérios para qualquer empresa.

Soluções como a Dattos podem empoderar os times financeiros e contábeis a tomarem decisões mais assertivas, sendo uma fonte de informações confiáveis para qualquer empresa, em conjunto com KPIs bem estruturados.

Com a nossa plataforma, você consegue ainda:

  • Ter uma visão geral do seu negócio com uma plataforma que potencializa e acelera o processo de análises financeiras de empresas;
  • Automatizar seus processos e, consequentemente, ganhar agilidade e inteligência nas rotinas gerenciais;
  • Contar com um acompanhamento contínuo das finanças de sua empresa, favorecendo o equilíbrio e controle; 
  • Reduzir riscos, custos e tornar seu departamento financeiro estratégico e ágil com segurança e qualidade dos dados.
Equipe observando os principais KPIs em um Tablet sobre a Mesa

KPIs financeiros e contábeis na rotina

Um bom empreendedor precisa acompanhar o desempenho de todas as partes que envolvem a gestão financeira de uma empresa, e uma boa forma de fazer isso é selecionar indicadores.

Os indicadores devem ser selecionados a partir das demandas e metas do negócio, e precisam ser fáceis de contabilizar, para que o acompanhamento de dados seja feito de modo contínuo e ágil.

A falta de controle nos indicadores provoca desorganização dos processos, instabilidade na gestão financeira e os prejuízos podem até afetar a fiscalização da empresa em auditorias.

Sem os KPIs contábeis e financeiros, não seria possível identificar gastos desnecessários ou levantar informações confiáveis para tomadas de decisões. Para então não perder oportunidades de crescimento e estabilidade, os KPIs precisam ser parte da rotina empresarial sendo executados continuamente, de preferência com auxílio de soluções tecnológicas.

Portanto, estude seu empreendimento e mapeie os KPIs contábeis de acordo com os objetivos e plano financeiro da empresa, para levantar e acompanhar de forma detalhada os movimentos da empresa e contribuindo para um crescimento sustentável da organização.