logo oficial

A importância do fechamento contábil na apuração do Lucro Real

Antes de falarmos sobre a importância do fechamento contábil na apuração do Lucro Real é necessário saber o que é um fechamento contábil.

Compartilhe

O que é fechamento contábil

Fechamento contábil consiste no processo no qual são identificadas e discriminadas todas as operações financeiras realizadas por uma empresa em um determinado período.

Esse processo tem como objetivo garantir um controle financeiro mais preciso e, consequentemente, trazendo mais segurança para a empresa.

Além disso, quando realizado de forma correta, o fechamento contábil auxilia o gestor na hora de analisar as origens do faturamento e as despesas da empresa e tomar as decisões corretas.

Qual a importância dessa tarefa?

Esse processo estratégico contribui principalmente na tomada de decisões, já que ele permite reestruturar as projeções do negócio para os próximos meses, identificar gargalos financeiros e compreender mais profundamente como cada setor se comportou no período.

Além disso, ainda é possível encontrar informações para atender às obrigações fiscais, estabelecer novas estratégias para aprimorar os resultados do negócio e adaptar o planejamento estratégico de acordo com os resultados, objetivos e expectativas para os próximos períodos.

Principais erros na hora do fechamento

Na hora de fazer a gestão de um projeto, é levantado as questões de custos, com o gerente fazendo o levantamento de todos os custos necessários e analisando como reduzir tais custos.

Negligenciar pagamentos atrasados

Casos de inadimplência acontecem em quase todas as empresas e na hora do fechamento contábil, não é correto lançar esses pagamento como faturamento sem considerar o risco de não receber, logo, eles não são uma fonte de receita certa.

Fazer lançamentos de forma desorganizada

Na hora de fazer o fechamento contábil, diversos documentos precisam ser levantados, mas não adianta juntar toda a documentação, é preciso também que elas estejam organizadas para que não deixe de lançar alguma.

Essa organização é ainda mais essencial quando a empresa tem uma grande movimentação financeira, levando a cada vez mais gerações de comprovantes.

Ou seja, quanto mais organizados esses documentos estiverem, menores as chances de erros.

Não ter periodicidade no fechamento contábil

O fechamento contábil pode ser feito de forma mensal, trimestral ou anual, mas independente de qual período sua empresa escolher, é necessário que esse período seja respeitado.

Isso significa que, se os gestores escolherem fazer de forma trimestral, é necessário que seja realizado todo trimestre, tornando assim, a comparação será mais precisa.

Gerente e analista contábil frente a mesa com diversos reports financeiros

Fechamento Contábil no Lucro Real

Antes de falarmos sobre o fechamento contábil no Lucro Real, você sabe o que é IRPJ e CSLL?

IRPJ é a sigla de Imposto de Renda – Pessoa Jurídica já o CSLL é a sigla de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.

O fechamento contábil é o ponto de partida para o cálculo das antecipações mensais do IRPJ e da CSLL

Despesas não abatidas

De acordo com a legislação, não são todas as despesas podem ser abatidas para fins de IRPJ e CSLL, nesse caso essas despesas são:

  • Alimentação de sócios;
  • Despesas com brindes;
  • Despesas com depreciação não relacionadas com a atividade fim da empresa ou contabilizada além do previsto em lei;
  • Multas por infrações Fiscais.

Apesar dessas despesas impactarem o lucro da empresa, não podem ser consideradas na base de cálculo do IR e CSLL.

Receitas retiradas

Da mesma forma que existem despesas que não podem ser usadas para base desse cálculo, existem receitas que podem ser retiradas, ou seja, também não entram nessa base de cálculo, sendo elas:

  • Lucros ou dividendos recebidos;
  • Reversão de provisões não dedutíveis;
  • Compensação de prejuízos fiscais de períodos de apuração anteriores, respeitando o limite de 30% do lucro ajustado.


Essas receitas impactam o lucro da empresa, mas não são consideradas na base de cálculo do IR e da CSLL.

Como é feito?

Após a realização do fechamento contábil, é necessário retirar as receitas e despesas que não podem ser usadas nessa base de cálculo. Denominamos o saldo final de lucro ajustado.

Ou seja,

Lucro ajustado = Lucro Contábil Apurado da DRE + Adições – Retiradas

O valor do lucro ajustado é a sua base de calculo.

Por fim, o cálculo do IR é 15% da base de cálculo, ou seja, 15% do valor ajustado e, caso o valor da base de cálculo ultrapasse R$ 240.000, o que for ultrapassado, deve ser taxado em mais 10%.

Já para o CSLL é 9% sobre a base de cálculo.

Conclusão

O primeiro passo para garantir assertividade na sua apuração do Lucro Real, é assegurar que os cálculos efetuados não tenham sido impactados por eventuais atrasos nas conciliações e totalizações realizadas no fechamento contábil.

Como vimos anteriormente, outro ponto de suma importância, é que esse fechamento seja realizado tempestivamente – ou seja, dentro de um prazo razoável para que eventuais recolhimentos de antecipações no ano-calendário sejam feitos nos valores corretos.

Para isso, você pode contar com a Dattos. Nossa plataforma permite que sua equipe realize de forma automatizada milhares de cruzamentos de uma só vez. Assim, você garante excelência nas conciliações contábeis, e com isso muito mais qualidade e agilidade no seu fechamento.